Meu negócio digital: devo ou não ingressar?

Se você tem um negócio local e está em dúvida se deve ou não divulgá-lo nas mídias sociais, veja os principais pontos a se refletir para a decisão mais assertiva, para evitar que uma ideia genial, torne-se um fracasso.

Minha empresa está pronta?

Antes de decidir pela inserção de sua empresa no meio digital, é necessário considerar alguns pontos, para que a migração de seu negócio ou expansão, seja o mais confortável e fácil possível.

entre as principais características que se deve examinar é, qual é o seu público?

Então como prioridade procure conhecer bem o seu público, identificando seus gostos, tipos de produtos, idade, gênero, produtos que possuem mais ou menos venda, além de uma boa valorização do seu nome

Possuo capital para investimento?

O custo para se ter o seu negócio divulgado nas redes sociais é relativamente pequeno considerando o custo de manutenção de uma loja física, ou ainda, estabelecimento comercial credenciado. Contudo, existem outros custos operacionais envolvidos, como manutenção do sistema, profissionais adequados para o gerenciamento de seu empreendimento, treinamento, gestão de estoque, frete, estratégias logística, atendimento ao cliente e um bom plano de gestão.

Embora os custos ainda assim serão muito menores, é importante saber alguns pontos, como por exemplo, se o nome de seu negócio, é um nome de fácil memorização, que identifique diretamente a sua empresa, e ainda, que não seja complexo para evitar erros ortográficos. A preservação do seu nome é uma das principais preocupações como empreendedor que você deve ter, tanto a reputação do nome de sua marca, bem como a estabilização de sua marca como referência para seu nicho.

Qual a plataforma utilizar?

Essa pergunta irá te jogar no chão caso você não tenha bem definido o seu nicho e modelo de negócios. A plataforma está ligada diretamente ao modelo operacional de uma empresa a ser digitalmente integrada, por isso, conhecer o seu público é importante, pois por meio da plataforma que seu público irá para a sua empresa.

Se você pretende ter uma loja virtual, porém não possui operacional especializado em desenvolvimento, comece com soluções de gerenciamento auto-administráveis Como por exemplo o cartx para a criação de lojas virtuais focadas em alta conversão de produtos nacionais e internacionais, ou, caso você possua operacional técnico, ou deseja ainda escalar suas vendas, opte por uma plataforma de desenvolvimento próprio, estas opções por mais que sejam mais caras em termos financeiros, a longo prazo, rendem mais por permitir altíssima personalização de acordo com o modelo de negócio. Como solução recomendamos adquirir para lojas virtuais uma hospedagem de sites barata mas, de qualidade com um provedor especializado, recomendamos como solução a Hostinger, e para o desenvolvimento de seu site Como plataforma de desenvolvimento recomendamos o WordPress.

Meu produto é comercializável na internet? e até que ponto?

Observar a comerciabilidade de seu produto na internet é um pensamento muito importante a se seguir, pois, há alguns tipos de produtos que, devido a sua extrema sensibilidade, como o caso de produtos perecíveis, em que a sua venda não pode, diretamente ser realizado na internet para longas distâncias.

Um exemplo que podemos usar são pratos de comida, que, podem até ser enviados de um bairro para outro dentro de uma cidade, pois, a chance do mesmo se deteriorar, é pequena, agora, não se pode transportar alguns tipos de alimentos de consumo pronto em longas distâncias, sobre o risco de o mesmo perder sua qualidade. Sendo assim, identificar se o seu produto pode ser comercializado para um determinado local, é importante, afim de que o mesmo não afete a sua qualidade.

A análise de uma correta logística e armazenagem de produtos a serem vendidos é fator determinante para a satisfação do cliente com o produto, cuidando para que o mesmo produto não se danifique, e ainda, permitindo que o produto seja enviado de forma econômica.

fornecedores e transporte

Mesmo que você esteja começando, a análise de quem é o fornecedor de seu produto, em caso de terceirização, ou a fabricação de seu produto, é importante, afim de garantir um produto de qualidade, e que, fundamentalmente apresente o que o cliente espera, ou mais do que ele espera.

Acredita-se no meio corporativo que, logística deve ser preparada desde o início de saída do produto da empresa, até depois do recebimento do cliente, por meio de acompanhamento de qualidade, e também, em alguns casos, processando trocas e devoluções conforme necessário.

Ter um contrato com empresas de envio, ou ainda, terceirizando serviços de entrega para múltiplas empresas de transporte pode ser e importante.

e ao usar uma empresa terceirizadora de fretes, por estas possuírem vantagens especiais quanto ao envio de encomendas por alto volume, torna-se mais viável ainda, quando você está em uma operação de envio e recebimento de pacotes com muita frequência, e poder conectar tudo isso em sua plataforma de sistemas integrados, é extremamente aconselhável. Logo analisar como e de que forma seu produto, seja ele físico ou digital, será entregue.

como se planejar?

Se você consegue identificar os planos iniciais, e gostaria de apostar em todas as suas ideias, tenha em mente duas coisas:

A primeira coisa é de que, o risco e êxito e de fracasso, são medidos e avaliados unicamente por seu empenho, então, esforce-se o máximo, afim de permitir que, o seu negócio torne-se algo único, e não simplesmente mais um do mesmo tipo, e se possível, crie sempre algo novo, e inovando o que já existe.

Como frase motivadora, deixaremos para você uma frase dita por Walt Disney, que pode ser sua inspiração.

O segredo para fazer os sonhos se tornarem realidade pode ser resumido em quatro C’s: Curiosidade, Confiança, Coragem e Constância, e o maior de todos esses é a Confiança.

Walt Disney

Esperamos que a sua caminhada em rumo ao sucesso de seus negócios seja completamente exitosa, e estaremos aqui, para lhe dar mais sugestões de como fazer diferente.