empreendedorismo

Decidindo o que fazer: e como fazer diferente

Sempre que ouvimos falar sobre empreendedorismo, umas das primeiras coisas que se pensa é, em uma empreendimento sólido, com rentabilidade e fundos garantidos, bem como também em uma grande corporação exitosa.
Mas, este conceito, ao longo do tempo vem se quebrando em pedaços, e o conceito de empreendedorismo tem se simplificado significativamente, e hoje, qualquer um que tenha uma ideia inovadora e tenha coragem o suficiente para inovar de verdade, pode se tornar um empreendedor em alguma determinada área.
Existe uma grande diferença entre o empreendedor e o empresário, pois o primeiro reinventa alguma coisa, cria, movimenta a economia por meio de novas ideias, e não satisfeito com isso, amplia mais ainda a sua própria ideia proposta anteriormente, sempre renovando, criando um ciclo de inovação.
É este a figura oficial do empreendedor, aquele que, resolve alguma dificuldade ou inventa algo novo que resolve algum problema, sempre mantendo como características principais a inovação e a criação de novos conceitos.
Mas, antes de se falar sobre empreendedorismo, é necessário identificar, em primeiro lugar, qual é a sua área de atuação, o que você deseja fazer, e como fazer diferente.

A resposta está primeiramente na identificação de alguma carência ou dificuldades atuais, como por exemplo, a dificuldade do empresário atual em precificar seus produtos contabilizando os impostos e encargos financeiros dispostos, e como resolver este problema.
A forma de se resolver o problema pode ser encontrada por meio da análise do cenário atual, e com base neste cenário, desenvolver algo novo que supra, a dificuldade, como um produto, ou serviço.
A habilidade empreendedora, pode ser desenvolvida com o tempo, por meio de persistência, sendo alimentada pela força de vontade de vencer na vida, com alguma coisa, que seja nova, que revolucione o meio em que vivemos atualmente.
Portanto, para ser empreendedor é necessário treinamento, esforço, trabalho, dedicação, otimismo, conhecimento, iniciativa, atitude e acima de tudo força de vontade, pois todos nós somos capazes de enfrentar os desafios e criar algo revolucionário.
Uma vez encontrado o nosso foco, uma segunda coisa que se deve ser desenvolvida é o nosso plano de negócio, que será fundamental para a organização e a manutenção de nosso produto.

nascendo um novo ser

Entender qual o seu foco, e principalmente aquilo que você deseja mudar, conforme já dito, é importante, haja visto que deve ser algo diretamente ligado à você, a sua intimidade, e algo que você já tenha vivenciado alguma dificuldade, ou algo em que você acredita poder mudar.

Pode parecer difícil de início mudar alguma coisa, especialmente, quando se convive com o problema atual, o que acaba sendo a pior das opções, mas, uma vez que conseguimos quebrar o paradigma da convivência com algum problema ou dificuldade, e usar a imaginação para a criação de alguma coisa, que mude o cenário, você tem um grande leque de opções para expandir a sua imaginação, criando algo que seja o suficiente para resolver a atual carência.

Perceba que empreender não é necessariamente de início desenvolver algo comercial e sim, criar algo novo, que seja revolucionário e que seja capaz de criar um novo cenário, com novas perspectivas e que, fundamentalmente, mude vidas.

Empreendedor e empresário: qual a grande diferença?

Lembre-se que no início de nosso post citamos que, há uma diferença entre o empresário e o empreendedor, e agora explicaremos melhor sobre a diferença entre os dois.

O empresário é simplesmente, aquela pessoa, que ordinariamente, possui um estabelecimento comercial ou prestador de serviço, seja ele como lojista, atacadista, ou algum outro tipo de serviço comercial, que no qual, é simplesmente mais um, e que segue um padrão.

O empresário costuma a seguir o mesmo padrão de suas concorrentes quando há, e em sua grande maioria das vezes, não está aberto a inovações.

O empreendedor por sua vez, sempre está com uma mente criativa, disposto a desenvolver coisas novas, está sempre divulgando, expandindo e melhorando a comercialização de produtos e serviços, e não satisfeito, assim que entende que é necessário, ele é capaz de criar novos produtos, dando aumento em seu valor agregado, disponibilizando novos produtos, ou mais inovação em seu negócio.

Como eu posso começar?

O pensamento empreendedor pode ser começado desde cedo, por mais que seja difícil em um primeiro instante, mas, basta examinar cenários, se questionando de como resolver problemas, dos mais simples em sua vizinhança aos mais complexos que podem existir, em seu bairro, cidade, estado, ou até mesmo país.

Se você quer começar, faça agora mesmo a seguinte pergunta para você mesmo:

O que pode ser diferente na venda de camisas?

Pode ser uma pergunta, que a depender de seu cenário atual, ainda mais se você não trabalha diretamente com vestuários ou moda, mas, mesmo que não trabalhe, pode ser uma pergunta que abre muitos novos questionamentos, e pode lhe despertar a curiosidade.

Tenho uma ideia, e agora?

procure estudar todos os cenários, inclusive as resistências que o seu público pode ter em relação à sua ideia de solução para este problema, entenda que as pessoas estão sempre resistentes à mudanças, fato este que ficou claro no surgimento dos bancos digitais, que, graças à revolução dos bancos digitais, também conhecidas como fintechs, tem acabado com o estigma de que a ideia não era boa o suficiente, ou que colocar o seu dinheiro em um banco online não é seguro de forma alguma.

Então, a ideia deve ser contestada sim, afinal, com a contestação de sua ideia, se identifica falhas, quando há em sua ideia, e ainda, é possível melhorar.

uma vez com sua ideia em execução, sempre questione-a, para que ela sempre tome novas dimensões, executando as modificações necessárias, refinando-a e melhorando-a, sempre expandindo e criando alguma coisa nova, que seja sempre melhor do que a outra, e melhorando o que já existe.

Trata-se de evoluir constantemente, e uma vez com uma ideia em prática, sempre evoluir ela, e não necessariamente criar sempre algo novo. Se você identifica que algo pode ser diferente, então reinvente, e faça bem feito!

Como a internet pode me ajudar?

A internet abriu uma imensa oportunidade de negócios, com a tecnologia, tudo o que é novo hoje, amanhã estará obsoleto, seja por que alguém realizou uma cópia ou ainda, por que houve ideias melhores, então cabe a nós sempre mantermos ideias atualizadas, conceitos novos, e principalmente, novas opções de produtos ou serviços a serem disponibilizados.

Boas leituras

Se você quiser ler mais sobre empreendedorismo, fique de olho nas postagens que anexaremos abaixo:
Atendimento ao cliente: melhorando cada dia mais

Esperamos que a sua carreira como empreendedor seja muito exitosa, e pode sempre contar conosco para mais publicaç~publicações e mude o mundo sendo um empreendedor